busca no site


A semiótica entre a comunicação e a política

Resumo / Abstract

Lucrécia D’Alessio Ferrara

Regiane Miranda de Oliveira Nakagawa

Resumo

Este artigo visa discutir as complexas relações que se articulam entre a comunicação, o comunicar, a semiótica e a política. Para tal, toma por base a distinção proposta por Jacques Rancière (1996, 2014) entre a polícia e a política para indicar de que maneira uma e outra ganham materialidade por meio de diferentes modos de configuração semiótica que agenciam as visualidades produzidas pela comunicação e pelo comunicar. Assim, enquanto a polícia se utiliza de técnicas e algoritmos voltados à construção de uma linguagem unívoca, da qual decorrem hábitos perceptivos, o litígio relacionado à política edifica-se por meio do embate agonístico e assimétrico entre diferentes interlocutores ou, ainda, como propõe Lazzarato (2006), por uma vasta diversidade de semióticas que podem ganhar as configurações mais variadas na sociedade e na cultura.

Palavras-chave: Semiótica. Política. Comunicação. Comunicar.

Abstract

This article aims to discuss the complex relationships that are articulated among communication, communicating, semiotics and politics. Therefore, it is based on the distinction proposed by Jacques Rancière (1996, 2014) between the police and politics to indicate how both gain materiality through different semiotic configuration modes that negociate the visualities produced by communication and communicating. Thus, while the police use techniques and algorithms aimed at building a unique language, from which perceptual habits arise, the litigation related to politics is built up through an agonistic and asymmetric clash between different interlocutors or, as proposed by Lazzarato (2006), through a broad diversity of semiotics that can gain the most varied configurations in society and culture.

Keywords: Semiotics. Policy. Comunication. To communicate.

Paper / PDF

Download PDF

Bibliografia

Referências

FERRARA, Lucrécia D´Alessio. A comunicação que não vemos. São Paulo: Paulus, 2018.

FERRARA, Lucrécia D´Alessio. Os nomes da comunicação. São Paulo: Annablume, 2012.

LAZZARATO, Maurizio. As revoluções do capitalismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

LOTMAN, Iuri. Semiosfera I. Semiótica de la cultura y del texto. Madrid: Ediciones Cátedra, 1996.

LOTMAN, Iuri. Semiosfera II. Semiótica de la cultura, del texto, de la conducta y del espacio. Madrid: Ediciones Cátedra, 1998.

MACHADO, Irene. O filme que Saussure não viu. O pensamento semiótico de Roman Jakobson. Vinhedo: Horizonte, 2007.

McLUHAN, Stephanie & STAINES, David (Orgs.). McLuhan por McLuhan: conferências e entrevistas. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005.

MELANDRI, Enzo. La linea e il circolo. Studio logico-filosofico sull´analogia. Macerata: Quodlibet, 2004.

SAUSSURE, Ferdinand. Curso de linguística geral. São Paulo: Cultrix, 1997.

RANCIÈRE, Jacques. O desentendimento. Política e filosofia. São Paulo: Ed. 34, 1996.

RANCIÈRE, Jacques. Nas margens do político. Lisboa: KKYM, 2014.

PEIRCE, Charles Sanders. Semiótica. São Paulo: Perspectiva, 1990.

 

  • RSS
  • email
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • MySpace
  • Netvibes
  • StumbleUpon
  • Tumblr
  • Twitter
 فروش فایل آگهی رایگان