busca no site


A semiose nos estudos semióticos

Resumo / Abstract

Grupo de Pesquisa Semiótica e Culturas da Comunicação da Bahia (GPESC – BA)

Fábio Sadao Nakagawa

Camila Oliver

Lidiane Pinheiro

Tarcísio Cardoso

Resumo

Este artigo busca discutir e problematizar o conceito de semiose, proposto por Charles Sanders Peirce, considerando as transformações, deformações e acréscimos sofridos por tal concepção no intercâmbio entre perspectivas epistemológicas distintas. Para tal, aliado a Peirce, serão retomadas outras vertentes do pensamento semiótico que, de alguma maneira, também discutiram direta ou indiretamente a questão da semiose, mais especificamente: a linguística saussuriana, a semiótica discursiva de Algirdas Julius Greimas, a perspectiva sociossemiótica de Eliseo Véron e a semiótica da cultura de Iuri Lotman. Com isso, objetiva-se pontuar as possibilidades de intercâmbio e tensionamento entre tais autores.

Palavras-chave: semiose, semiótica, signo, linguagem.

Abstract

This article discusses and problematizes the concept of semiosis, as proposed by Charles Sanders Peirce, considering the transformations, deformations and additions suffered by such conception in the exchange between different epistemological perspectives. Therefore, associated with Peirce, other aspects of semiotic thinking, which somehow also discussed the issue of semiosis directly or indirectly, will be retaken more specifically: Saussurian linguistics, Algirdas Julius Greimas’ discursive semiotics, the perspective of Eliseo Veron’s social semiotics and Yuri Lotman’s cultural semiotics. Thus, this study aims to point out the exchange possibilities of exchange and tension among these authors.

Keywords: semiosis, semiotics, sign, language.

Paper / PDF

Download PDF

Bibliografia

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BARROS, Diana Luz Pessoa de. Teoria Semiótica do Texto. São Paulo: Ática, 2007.

CHARAUDEAU, Patrick; MAINGUENEAU, Dominique. Dicionário de análise do discurso. São Paulo: Contexto, 2004.

FONTANILLE, Jacques & ZILBERBERG, Claude. Tensão e Significação. São Paulo: Discurso Editorial – Humanitas FFLCH/USP, 2001.

GREIMAS, Algirdas Julien & COURTÉS, Joseph. Dicionário de Semiótica. São Paulo: Contexto, 2008.

KULL, Kalevi. Semiosfera e a ecologia dual: paradoxos da comunicação. In: MACHADO, Irene. (Org.). Semiótica da cultura e semiosfera. São Paulo: Annablume, 2007.

MERRELL, Floyd. Iúri Lótman, C. S. Peirce e semiose cultural. Galáxia, São Paulo, n.5, p. 163- 185, abr. 2003.

LOTMAN, Iuri M. La semiosfera I: semiótica de la cultura y del texto. Madrid: Cátedra, 1996.

LOTMAN, Iuri M. Universe of the mind: a semiotic theory of culture. Bloomingtonand Indianapolis: Indiana University Press, 1990.

MACHADO, Irene. Semiótica como teoria da comunicação.In: WEBER, Maria Helena; BENTZ, Ione; HOHLFELDT, Antonio. Tensões e objetos na pesquisa em comunicação. Porto Alegre: Sulina, 2002.

PARMENTIER, Richard J. 1985. Signs’ Place in Medias Res: Peirce’s Concept of Semiotic Mediation. in: Elizabeth MERTZ e Richard J. PARMENTIER. Semiotic Mediation: Sociocultural and Psychological Perspectives. Orlando: Academic Press, 1985, pp. 23-48.

PEIRCE, Charles Sanders. The Collected Papers of Charles Sanders Peirce. V. 1-6, ed. Charles Hartshorne, Paul Weiss; V 7-8, ed. by Arthur Burks. Cambridge. The Belknap Press of Harvard University Press [CP].1978

QUEIROZ, João. Semiose segundo C. S. Peirce. São Paulo: Educ, 2004.

SÁNCHEZ, Manuel Cáceres. Iuri Mijáilovivh Lotman (1922 – 1993): una biografía intelectual. In: LOTMAN, Iuri M. La semiosfera I: semiótica de la cultura y del texto. Madrid: Cátedra, 1996.

SANTAELLA, Lucia. A assinatura das coisas. Peirce e a literatura. Rio de Janeiro: Imago, 1992.

SANTAELLA, Lucia. Teoria geral dos signos. Semiose e autogeração. São Paulo: Ática, 1995.

SANTAELLA, Lucia. Teoria Geral dos Signos: como as linguagens significam as coisas. São Paulo. Pioneira Thomson Learning, 2008.

SAUSSURE, Ferdinand. Curso de linguística geral. São Paulo: Cultrix, 2002.

VERÓN, Eliseo. Fragmentos de um tecido. São Leopoldo: UNISINOS, 2004.

VERÓN, Eliseo. Teoria da midiatização: uma perspectiva semioantropológica e algumas de suas consequências. Matrizes: Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade de São Paulo, São Paulo, ECA-USP, v. 8, n. 1, jan./jun. 2014.

 

 

  • RSS
  • email
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • MySpace
  • Netvibes
  • StumbleUpon
  • Tumblr
  • Twitter
 فروش فایل آگهی رایگان