busca no site


Mediatização e enunciação: operadores para a análise da circulação do discurso jornalístico

Resumo /Abstract

CEPAD – Centro de Estudo e Pesquisa em Análise do Discurso e Mídia

Giovandro Marcus Ferreira

Clarissa Viana Matos de Moura

Cássio Santos Santana

Tâmara Caroline Almeida Terso

Resumo

As mudanças na percepção dos processos de circulação dos discursos sociais se inserem num contexto de transformações dos fenômenos midiáticos, possibilitados pelos avanços sócio-tecno-discursivos e novas práticas. Neste sentido, a compreensão de como se dão os circuitos interativos entre suportes jornalísticos e leitores, a partir dos processos de circulação, tornou-se central. Este artigo tem como objetivo oferecer ferramentas teórico-metodológicas para análise da circulação do discurso jornalístico. Elencamos, neste intento, cinco operadores: mediatizacão, dispositivo, enunciação, posicionamento discursivo e análise de hiperlinks.

Palavras-chave: Circulação. Mediatização. Enunciação.

Abstract

The changes in the perception of the circulation processes of social discourses are inserted in a context of transformations of media phenomena, made possible by socio-techno-discursive advances and new practices. In this sense, the understanding of how interactive circuits take place between news media and readers, based on circulation processes, has become central. This article aims to offer theoretical and methodological tools for analyzing the circulation of journalistic discourse. In this attempt, we list four operators: media coverage, device, enunciation, discursive positioning and hyperlink analysis

Keywords: Circulation. Mediatization. Enunciation.

Paper / PDF

Download PDF

Bibliografia

Referências

BERGER, PETER; LUCKMANN, T. A construção social da realidade. Science and Engineering Indicators, n. 10, p. 309–344, 1998.

BORELLI, V.; DIAS, M. S. M. Circulação discursiva: desafios metodológicos para compreender as interações entre jornais e leitores. Rizoma, v. 6, n. 2, p. 95–109, 2019.

CHEVEIGNÉ, S. Pesquisas empíricas sobre a circulação de discursos midiáticos. In: A circulação discursiva: entre produção e reconhecimento. Maceio: Edufal, 2017. p. 81–96.

CINGOLANI, G. Circulación y mediatización de la experiencia estética. In: Circulação discursiva e transformação da sociedade. Campina Grande, PB: Eduepb, 2018. p. 99–119.

COULDRY, N.; HEPP, A. Conceptualizing mediatization: Contexts, traditions, arguments. Communication Theory, v. 23, n. 3, p. 191–202, 2013.

CULIOLI, A. Pour une Linguistique de l’Énonciation – Opérations et représentations. Paris: Ophrys, 1990.

DEFLEUR, Melvin L. & BALL-ROKEACH. Sandra. Teorias da comunicação de massa. São Paulo, 1993.

FAUSTO NETO, A. Fragmentos de uma «analítica» da midiatização. Matrizes, v. 1, n. 2, p. 89–105, 2008.

___. As bordas da circulação. Alceu, p. 55–68, 2010.

___. Circulação: trajetos conceituais. Rizoma, v. 6, n. 2, p. 08-40, 2018.

FERREIRA, G. M. Uma proposta metodológica para o estudo da imprensa a partir das mutações na problemática da análise do discurso. Eptic, v. VIII, p. 1–15, 2006.

___. Estudos de Comunicação: da enunciação à mediatização. v. 37, p. 101–117, 2016.

FERREIRA, G. M.; ANDRADE, I. Percurso da reflexão sobre a mediatização nos estudos de Eliseo Verón. Intercom, v. 37, n. Ix, p. 1–15, 2015.

GENETTE, G.; MACLEAN, M. Introduction to the Paratext. New Literary History Genre. v. 22, n. 2, p. 261–272, 1991.

HEPP, A. As configurações comunicativas de mundos midiatizados: pesquisa da midiatização na era da “mediação de tudo”. Revista Matrizes, n. 1, p. 45–64, 2014.

HJARVARD, S. A midiatização da cultura e da sociedade. São Leopoldo RS: Editora Unisinos, 2014.

KROTZ, Friedrich. Mediatization as a mover in modernity: Social and cultural change in the context of media change. In: LUNDBY, K. Mediatization of communication. Berlim/Boston: De Gruyter, p. 131-161, 2014.

LUNDBY, K. Mediatization of communication. Berlim/Boston: De Gruyter, 2014.

MIELNICZUK, Luciana. Jornalismo na web: uma contribuição para o estudo do formato da notícia na escrita hipertextual. Tese de Doutorado (Comunicação) – UFBA/PPGCCC, Salvador, 2003.

MIELNICZUK, Luciana; PALACIOS, Marcos. Considerações para um estudo sobre o formato da notícia na Web: o link como elemento paratextual. Encontro Nacional da COMPÓS, v. 10, 2001.

MOURA, C. V. M. Um emissor e dois enunciadores: a violência contra a mulher nas páginas de Massa! e A Tarde. Dissertação (mestrado) – Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2014.

VERÓN, E. Ideológico. 2ed. Buenos Aires : Editorial Tiempo Contemporaneo, 1973.

___. El Análisis Del “ Contrato de Lectura ”: un nuevo método para los estudios del posicionamento de los soportes de los medias. In: Les Medias: Experiences, Recherches Actualles,Aplications. Paris: IREP, 1985.

___. La Semiosis Social: fragmentos de una teoria de la discursividad. p. 236, 1993.

___. Esquema para el análisis de la mediatización. Diálogos n° 48. Buenos Aires, 1997. p. 9-16

___. Fragmentos de um Tecido. São Leopoldo RS: Editora Unisinos, 2004.

___. Prólogo. In: Las políticas de los internautas. CARLON, Mario & FAUSTO NETO, Antonio (Orgs.). Buenos Aires: La CrujíaEdiciones, p. 09-15, 2012.

___. La semiosis social, 2 Ideas, momentos, interpretantes. Buenos Aires: Paidós, 2013.

___. Mediatization theory : a semio-anthropological perspective and some of its consequences. Matrizes, v. 8, n. April, p. 1–8, 2014.

 

 

  • RSS
  • email
  • Digg
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • LinkedIn
  • MySpace
  • Netvibes
  • StumbleUpon
  • Tumblr
  • Twitter
 فروش فایل آگهی رایگان